Em parceria com a UNICEF, Panalpina envia ajuda humanitária para a África

Pelo sexto ano consecutivo, operadora logística e UNICEF unem forças para ajudar pessoas que vivem em situações precárias, especialmente crianças

Neste mês, o Grupo Panalpina, um dos principais provedores de soluções logísticas globais, e a UNICEF (United Nations International Children’s Fund – Fundo Internacional de Emergência para a Infância das Nações Unidas, em tradução literal) somam esforços, mais uma vez, para auxiliar um dos países que vivem uma das piores crises humanitárias do mundo, o Sudão do Sul, na África.

Desde 2013, o país enfrenta uma guerra civil sem precedentes, que deixou a população desprovida de serviços básicos, como acesso a cuidados com saúde, assistência social e educação. A falta de água potável e de saneamento ocasionou doenças generalizadas e a fome afeta praticamente metade dos habitantes, principalmente as crianças, que sofrem com a desnutrição. Para ajudar no combate dessa situação, o Grupo Panalpina doará um voo fretado à UNICEF, o Panalpina Charter Network, para o transporte de toneladas de suprimentos, como medicamentos, itens de primeiros socorros, abrigos de emergência, equipamentos para tratamento de água, entre outros, doados por milhares de pessoas ao redor do mundo.

Esta não é a primeira vez que a empresa e a organização atuam juntas em prol do Sudão do Sul. Em dezembro de 2017, ambas transportaram cerca de 80 toneladas de suprimentos para a população do país e, neste ano, querem repetir ou aumentar o número. Assim como no ano anterior, o voo partirá da Bélgica rumo a Uganda, de onde todos os suprimentos serão transportados até o Sudão do Sul via helicópteros, inclusive para as regiões mais remotas, como Udier, uma cidade isolada e de difícil acesso no extremo nordeste do país. A operação conta ainda com o apoio da WFP (World Food Programme – Programa Mundial de Alimentos, em tradução literal).

A parceria, no entanto, já vem de longa data. Este é o sexto ano consecutivo em que o Grupo Panalpina e a UNICEF realizam esse tipo de operação rumo a países africanos. Em 2016, o destino foi Chade, onde a desnutrição e uma série de desastres naturais levaram a emergências na área da saúde. Em 2015, o voo fretado partiu para Burundi, país que sofreu com uma crise recorrente e uma forte onda de violência. Em 2014, a companhia apoiou a luta contra o Ebola ao transportar ajuda humanitária para Serra Leoa. E em 2013, auxiliou a organização ao levar suprimentos para a República Centro-Africana.
“Esta é a sexta vez que a Panalpina faz parceria com a UNICEF e doa um voo de ajuda para enfrentar uma crise na África. E o objetivo continua o mesmo: levar um pouco de esperança para aqueles que são menos afortunados do que nós, especialmente as crianças”, diz o CEO do Grupo Panalpina, Stefan Karlen.

“As crianças do Sudão do Sul estão sofrendo muito por causa de mais de quatro anos de conflitos”, afirma Elsbeth Mueller, diretor executivo do comitê suíço da UNICEF. “Nossa missão é fornecer suprimentos médicos que salvam vidas e equipamentos necessários para ajudá-las, e estamos muito gratos que a Panalpina doou mais uma vez o transporte dos suprimentos”, completa.

Um Natal Mais Feliz – Iniciativas sociais também fazem parte do DNA da Panalpina Brasil, unidade nacional da operadora logística de origem suíça. Por aqui, a empresa também promove ações que levam mais alegria ao Natal de muitas pessoas, como a campanha “Adote Uma Criança”, em parceria com a Casa dos Curumins, organização não-governamental que atualmente atende cerca de 450 crianças e adolescentes da periferia de São Paulo (SP).

Segundo o supervisor de qualidade, saúde, segurança e meio ambiente da Panalpina Brasil, Adelson Yano, responsável pela campanha, esta é uma ação que já ocorre há três anos e que, atualmente, conta com a participação de aproximadamente 60 colaboradores da empresa. “Todo fim de ano, cada colaborador que se voluntaria a participar da campanha compra um kit de presentes para doar às crianças da Casa dos Curumins. Alguns dias antes do Natal, promovemos um grande almoço na instituição com todos os envolvidos na iniciativa para realizar a entrega dos mesmos. Neste ano, será no dia 22 de dezembro”, afirma.

E a ideia é continuar realizando o evento por muito tempo. “É compensador fazer parte disso. Em uma sociedade tão precária, é o mínimo que podemos fazer para ajudar quem precisa. E o nosso objetivo é fazer com que essa ação cresça ainda mais dentro da companhia e ganhe cada vez mais adeptos”, finaliza Yano.

Outras unidades da companhia ao redor do Brasil também promovem ações semelhantes, como em Campinas e em Sorocaba, no interior de São Paulo, onde são realizadas as campanhas “Adote um Anjinho” e “Natal Mais Doce”, respectivamente, em que o objetivo é o mesmo, proporcionar um Natal mais feliz para crianças e adolescentes que precisam.

Assessoria de Imprensa

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com