Search
25 setembro 2017
  • :
  • :

Motocar atinge marca de 3 mil triciclos vendidos, com faturamento acumulado de R$ 40 milhões

Com mais de 20 concessionárias pelo país, a empresa inova ao apresentar uma nova solução de transporte de carga

No mercado corporativo, os triciclos são uma opção para vários tipos de negócios como alimentício, delivery, agronegócio, food service e logística | Foto: Divulgação

No mercado corporativo, os triciclos são uma opção para vários tipos de negócios como alimentício, delivery, agronegócio, food service e logística | Foto: Divulgação

A Motocar, única fábrica brasileira de triciclos, registrou a marca histórica de 3 mil unidades vendidas em três anos no Brasil. Nesse período, o faturamento da fabricante foi de R$ 40 milhões. A Fábrica localizada na Zona Franca de Manaus. Possui capacidade para produzir até 200 unidades por mês.

Com um produto inovador, personalizável para atender às necessidades de diversos modelos de negócios, a Motocar pretende ser uma opção ao mercado de veículos de carga expressa (Até 350 kg).

Corporativo

No mercado corporativo, os triciclos são uma opção para vários tipos de negócios como alimentício, delivery, agronegócio, food service e logística.

“Os Triciclos são sinônimos de economia. Eles tem um 1/3 do custo de um veículo utilitário, considerando o custo de aquisição, combustível, manutenção. Os triciclos chegam a fazer 25 quilômetros com um litro de combustível, enquanto um utilitário faz apenas nove quilômetros. Além disso, os modelos destinados ao transporte de pequenas cargas, MCA-250 e MCF-250 que são homologados pelo DENATRAN e o IBAMA têm a capacidade de carregar até 350 kg”, diz Carlos Venceslau, diretor comercial da Motocar.

Concessionárias

A empresa já conta com mais de 20 concessionárias pelo país. A expectativa, de acordo com o diretor Comercial, Carlos Venceslau, é abrir mais 40 pontos de venda e vender mais dois mil triciclos até o final de 2018.

O mercado de triciclos é pouco explorado no Brasil, mas é popular em outros países, inclusive na Europa. Apesar de ainda serem pouco conhecidos pelo público, os triciclos são uma alternativa para o setor de transportes de passageiros, por serem mais seguros, confortáveis e higiênicos do que mototáxis. Além disso, os governos tendem a considerar a moto como um meio de transporte perigoso.

Por isso, a tendência é que o triciclo seja regulamentado como o principal meio de transporte para a população periférica. “Se está chovendo a moto não é um meio adequado, pois a instabilidade e a insegurança aumentam muito. Os triciclos podem ser cobertos, garantindo maior comodidade e segurança para o condutor e os passageiros,” diz Venceslau.

Fonte: Assessoria de imprensa




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *