Curadoria da Marca

No livro de Mario Sérgio Cortella e Gilberto Dimenstein – A Era da Curadoria, o que importa é saber o que importa. Os autores destrincham e valorizam muito bem o termo Curadoria. Cortella diz: “Curar” em português lusitano é “Pensar” e em português se diz: “Você pode pensar esse ferimento para mim? ”

Segundo ele, em Curadoria é o “momento de organizarmos nossos espaços de convivência”. É perceptível que a ligação com pessoas e o envolvimento está na comunicação. Veja bem, ter o espírito de cura, isto é, alguém que tem que cuidar, alguém que protege, uma sintonia direta com a percepção de marca, figuras, produtos e serviços. Você cuida para que esteja bem, certo?

Quando atribuímos ao marketing, o curador é aquele que estrutura, disponibiliza, protege os caminhos e amplia sua percepção, e tem como objetivo central valorizar a marca como patrimônio. Patrimônio maior da empresa!

O Curador não é um guardião porque esse retém, digamos, os valores e os conhecimentos não passam adiante, já o Curador é justamente o inverso como disse Cortella ele disponibiliza.

A marca tem uma história e várias promessas em seu interior. Estamos cumprindo as promessas de valor de nossa marca como: posicionamento preço, designer, responsabilidade, preço, postura, organização?

Então, entendo que ao trabalhar a Curadoria de uma marca temos uma visão 360° de todo universo de convivência da marca. Cuidar de uma marca é repartir seus atributos com seus públicos.

Vamos lembrar uma citação de Karl Marx: “As pessoas tomam suas próprias decisões sobre quem ser, como viver, o que comprar, qual fé seguir, mas em certas, várias, circunstâncias são modelados pela publicidade” e incluímos a Marca também.

Essa Marca contribui com a pessoa que questiona, é o que ela espera? Veja bem, o comportamento do consumidor é motivado pela sua história e pelas suas emoções, que são compartilhadas pela marca. Isso em minha visão é um trabalho de uma Curadoria.

A Curadoria desenvolve uma ampla ação em defesa da Marca, permanente sempre com atualização, com credibilidade impecável.
Para executar essa tarefa o Curador utiliza todo arsenal de informações coordenadas, tecnologia disponível, criatividade e muita convivência com a marca e sua tecnoestrutura.

Esse é um agradável trabalho que estamos mergulhados na busca de informações, pesquisando para ampliar, ainda mais, essa rica e estratégica atividade. A Curadoria da Marca.

Assunto que vamos abordar bastante em nossos encontros.

Por: Luiz Guimarães – (http://luizguimaraes.com.br/)

Fonte: Livro – A Era da Curadoria




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *