Search
15 dezembro 2017
  • :
  • :

Nova solução da DHL eCommerce poderá impulsionar comércio eletrônico no Chile

DHL inaugura no Brasil 1º centro multicliente de packaging

o embalamento secundário consiste na produção de uma embalagem suplementar de um produto, conjunto de produtos, com ou sem brindes, para fins promocionais ou de comunicação de forma geral | Foto: Divulgação/DHL

o embalamento secundário consiste na produção de uma embalagem suplementar de um produto, conjunto de produtos, com ou sem brindes, para fins promocionais ou de comunicação de forma geral | Foto: Divulgação/DHLDHL

A DHL Supply Chain, empresa líder mundial em distribuição e armazenagem, lança no Brasil seu primeiro Centro Multicliente de Packaging (embalamento secundário). Também conhecido como copacker, o embalamento secundário consiste na produção de uma embalagem suplementar de um produto, conjunto de produtos, com ou sem brindes, para fins promocionais ou de comunicação de forma geral.

O Centro, o primeiro da DHL no Brasil com capacidade de atender vários clientes de diferentes mercados, irá desenvolver kits, fazer a prototipagem, gerenciar os itens envolvidos, montar, acondicionar em caixas e pallets para armazenagem e distribuição.

Linhas de produção

Inicialmente, são 7 linhas de produção com a capacidade de montar até 3 milhões de kits por mês, com flexibilidade para expansão no curto prazo. O Centro Multicliente de Packaging está localizado em Guarulhos, próximo ao Aeroporto Internacional, com uma área dedicada de 3,8 mil m², infraestrutura completa e capacidade de até 2,5 mil posições pallet.

De acordo com Maurício Almeida, diretor de operações da DHL Supply Chain Brasil, “a inauguração do centro faz parte da estratégia da DHL de oferecer serviços com maior valor agregado e que potencializem as cadeias de suprimentos, auxiliando nossos clientes a superar os desafios do cenário econômico atual. O Centro irá viabilizar a produção de kits de baixo e médio volume a custos competitivos, através da captura de ganhos de escala com a combinação de diferentes clientes e segmentos, e com produtividade e eficiência no transporte e armazenagem. O consumidor brasileiro, de forma geral, aprecia esta estratégia promocional, que tem sido ainda mais utilizada nos últimos dois anos”.

Maurício Almeida complementa ainda que, em outros casos, os kits são uma espécie de fase intermediária de processos de produção mais complexos, como no caso da indústria automobilística, ou estratégias de relacionamento, como no caso da montagem de kits de uniformes para colaboradores de empresas aéreas.

Maior eficiência

O Centro Multicliente de Packaging está desenhado de forma a extrair a maior eficiência logística com o desenho dos kits e no processo de manufatura nas linhas de produção. Tudo começa com a iniciativa do cliente em criar um kit com determinado produto ou grupo de produtos, com ou sem brinde.

A partir de sua experiência nacional e internacional em diversos mercados, a DHL desenvolve alternativas de soluções, levando em conta fatores como material, sustentabilidade, custos, produtividade, etc., e que seguem para a aprovação prévia do cliente. Com este primeiro aval, é feito um protótipo utilizando uma impressora plotter com facas de corte e a impressora 3D.

“Esses recursos facilitam muito esta etapa do processo, economizando muitas idas e vindas de produtos. Por exemplo, o cliente pode nos enviar de forma digital as especificação do produto em questão de qualquer lugar do mundo, ou passá-lo em um scanner 3D, e nós o imprimimos para a montagem da primeira prova”, explica Maurício Almeida.

Com esses dados – e mais algumas especificações – são realizados simulações de volumetria, peso, empilhamento e acondicionamento dos kits desenvolvidos em caixas mestre, pallets e caminhões com o suporte de um software especializado. Outras especificações como necessidade de controle de temperatura, normas sanitárias e formato de disposição no ponto de venda também são levadas em consideração.

Chega-se, então, ao projeto aprimorado que segue para a aprovação final do cliente. A partir disso, define-se a especificação detalhada do trabalho que passa para a linha de produção, conforme o cronograma estipulado. “Neste processo, o tempo de chegada dos produtos ao mercado (time to market), assim como os custos, diminuem muito e com a garantia de alinhamento a comunicação visual do cliente. Este é um fator muito importante, pois a embalagem secundária passa a ser o primeiro ponto de contato com o cliente final”, ressalta o diretor da DHL Supply Chain.

Serviços

No Centro Multicliente de Packaging, a DHL irá também oferecer serviços de Desenvolvimento de Embalagens Secundárias, Montagem e Desmontagem de Embalagens e Kits, Retrabalhos e etiquetagem para nacionalização de produtos importados – atividade muito demandada por multinacionais de forma geral.

Nas atividades de Packaging, serão aplicadas diversas tecnologias, tais como shrink, inkjet, sleeve, bags, cartuchos, etc., além de etiquetagem e rotulagem de produtos e embalagens. Destaque também para as etiquetadoras automáticas e semiautomáticas e a utilização de robôs, em alguns casos, para manuseio de produtos.

Os mercados alvo desta solução são empresas das áreas de Consumo, Automotivo, Energia, Tecnologia, Saúde, além de editoras e veículos de imprensa (jornais, revistas, etc.). O Centro Multicliente de Packaging começa a operar em maio.

Fonte: Assessoria de Imprensa




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com