Search
15 dezembro 2017
  • :
  • :

Idosos e o PIB para reflexão

Por Luiz Guimarães

As pessoas mais idosas podem incrementar o PIB do país e por extensão melhorar a saúde física e mental

O Brasil tem um nível baixo de ocupaÁ„o na faixa de 55/65 anos: em 2015 era de 26%. J· a Suécia, um bom exemplo, atinge, segundo estudos da ONU, 66% e a média da Europa registra 44%.

… bom lembrar que os mais idosos ser„o maioria na forÁa de trabalho no Brasil a curtíssimo prazo, mas esse grupo está· preparado para lidar com coisas atuais, como a tecnologia? Com uma m„o de obra responsável e de custo menor, eles podem ser treinados e fazer as tarefas rotineiras do negócio.

AlÈm de gerar emprego e renda, podemos estimar uma razoável economia na saúde, esse pessoal voltaria a produzir e contribuir um pouco mais e ir menos ao médico e aos postos de saúde.

N„o se trata de desaposentadoria. Temos que ser criativos e práticos: por exemplo, um plano de retorno ao trabalho para aposentados e pensionistas na faixa etária de 55\65 ou mais. N„o seria obrigado a pagar FGTS, com uma carga horária de 4 horas, com recolhimento menor de INSS, esse grupo teria um documento especial carteira profissional n„o podem substituir / entrar no lugar de alguém. Esses profissionais seriam utilizados em atividades que exigem menor esforço físico. E, um estudo recente informa que o PIB do país pode ter um impacto positivo com essa medida.

A ideia n„o È nova e vale sempre voltar ao assunto para provocar o nosso Congresso Nacional a exercitar o pensamento, porÈm, em favor da população e da nossa economia.

2017 vai chegando ao fim, um ano turbulento. Um ano para servir de exemplo.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com