Do Marketing à vida artística

 Lara Cardoso

Quantas vezes você já se perguntou se estava levando a sua vida pelo caminho certo? Se carreira, casamento e filhos estavam nos planos por prazer ou por julgar o ‘caminho natural das coisas’? A atriz e apresentadora Lara Cardoso, conhecida pela personagem Helô Heloilda, do seu canal no Youtube, fez isso.

Com formação em Letras, Lara demorou um pouco para perceber que o seu lugar não era dentro de quatro paredes de salas em grandes empresas. E depois que conquistou seu espaço profissional nas áreas de Estratégia, Marketing e Recursos Humanos de multinacionais, resolveu resetar a sua trajetória. Apaixonada pela rotina familiar, decidiu, então, dar um tempo na carreira, e passou a dedicar seu tempo à filha Helena, ao marido Pablo e à família de pets, com duas cachorras e duas calopsitas.

Junto com o break profissional, chegou também a vontade de repensar a trajetória que havia vivido até ali. E se deu conta de que, embora realizada com sua profissão, não era exatamente por esse caminho que gostaria de continuar. “Desde a infância, sempre estive envolvida com tudo relacionado à arte. Era a primeira a querer participar das coreografias escolares, aquela que recitava poemas, a que organizava gincanas e levava todos para espetáculos teatrais”, conta Lara. E continua: “resolvi, então, conversar com a família sobre o novo rumo que gostaria de tomar na vida. Eu sabia que seria difícil, que teria que começar do zero, mas também tinha a certeza que, ainda que demorasse, valeria a pena. Afinal, era essa a profissão que eu sonhava ser desde bastante nova”.

Não foi fácil. Afinal, apesar da vontade de aprender e se superar, da disciplina, determinação e comprometimento, o Brasil não é um país que incentive a arte. “Há poucos incentivos governamentais e dificuldade de inserção no mercado, especialmente na faixa etária que me encontro. Acredito que seja igualmente difícil se firmar em uma carreira artística em qualquer lugar do mundo. Mas o que tenho percebido, muitas vezes, são artistas brasileiros que prosperam primeiramente fora do Brasil e posteriormente tem oportunidades no país natal”, pontua.

E nesse caminho novo a ser traçado estava a comédia. “Ainda no mercado corporativo, costumava fazer as pessoas rirem em reuniões ou sempre que a situação demandava certa leveza. E ao decidir atuar, aproveitei essa veia cômica para criar a Helô”, conta. Então, começou o trabalho de construção da personagem. Buscou na memória histórias de amigos e de pessoas que trabalharam com ela como diaristas. “Seria pretensioso dizer que a personagem é uma homenagem, mas posso afirmar que é nesse universo mais simples, de gente que vive o dia a dia sem fantasias ou glamourização, que estão as melhores histórias. Trabalhei com muita gente incrível, criativa, cheia de gás e com vontade de falar sobre a sua rotina. Escutei, guardei na cabeça cada detalhe, misturei histórias e criei a Helô”, conta. “É claro que eu já tinha algumas ideias que norteavam o projeto: uma personagem divertida, que não falasse palavrão – visto que minha filha assistiria – e que pudesse atingir qualquer faixa etária, gênero e classe social. E eu consegui. Ela é leve, gentil e engraçada, mas não é caricata”, classifica.

Ainda de olho no mercado que a personagem Helô está abrindo, Lara pretende, até o final do ano, lançar outros dois novos episódios a cada mês, com histórias que abordem assuntos como o cotidiano de quem trabalha em casa, seja doméstica ou dona de casa.

Assessoria de Imprensa




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com