DHL Express fortalece sua inigualável rede intercontinental com pedido de 14 novos cargueiros Boeing 777

Substituição gradual das aeronaves mais antigas por aeronaves tipo cargueiro mais confiáveis tecnicamente e eficientes em termos de combustível

Opções de entrega de outros sete aviões para apoiar empresas de e-commerce transfronteiriças como fator de crescimento lucrativo para a DHL Express

Investimentos contínuos permitirão que a DHL atenda à crescente demanda global por serviço expresso e atenda ainda mais mercados com voos sem escalas

A DHL Express, fornecedora líder mundial de serviços expressos internacionais, anunciou, na Farnborough International Airshow, que fez um pedido de 14 cargueiros Boeing 777, além de opções e direitos de compra de outras 7 aeronaves. A entrega dos quatro primeiros aviões deve ser feita em 2019.

Nas fotos estão (da esquerda para direita)
Kevin McAllister CEO Boeing Commercial Airplanes
Ihssane Mounir, VP Sales & Marketing The Boeing Company
Dan Abraham, VP Sales Europe Boeing Commercial Airplanes
Ken Allen, CEO DHL Express
Charlie Dobbie, COO DHL Express
Mike Parra, CEO DHL Express Americas

“A aquisição dos 14 aviões Boeing reflete uma substituição gradual de nossa frota intercontinental mais antiga. Essas aeronaves cargueiras, mais eficientes em termos de combustível, mais confiáveis e com maior alcance em longas distâncias, contribuirão para nossas metas de redução de emissões e nos permitirão servir ainda mais mercados, com voos sem escala. A DHL foi uma das primeiras a adotar esse tipo de aeronave no setor de logística, sendo também a destinatária do terceiro B777F fabricado pela Boeing em 2009. Com ampla experiência na operação desse tipo de cargueiro, comprovamos que ele é superior em todos os aspectos de nossas operações, tornando-se a escolha lógica”, explica Ken Allen, CEO Global da DHL Express.

 

 

Em geral, esses 14 aviões intercontinentais de substituição são neutros no que diz respeito à capacidade, mas em termos operacionais, trazem benefícios significativos em custo, eficiência e confiabilidade. E como no passado a DHL Express vinha principalmente fazendo leasing de aeronaves para operar as rotas de sua rede global, a compra de cargueiros próprios melhorará a posição de custo da divisão DHL Express daqui para frente. Para 2018, os pré-pagamentos já foram incluídos na orientação de Capex do grupo.

As crescentes vendas por e-commerce chegarão a US$ 4,48 trilhões em 2021, o que representa um crescimento de 19,2 por cento ao ano. O investimento da DHL nos cargueiros 777 é uma resposta direta à crescente demanda por capacidade expressa global. Sendo as maiores aeronaves cargueiras de dois motores do mundo, os cargueiros Boeing 777 podem voar 4.900 milhas náuticas (9.070 km) com uma carga de 102 toneladas.

Essas aeronaves de última geração reduzirão as emissões em 18 por cento, em comparação às aeronaves substituídas. Isso nos ajudará a contribuir para uma maior sustentabilidade, alinhada com nosso objetivo de proteção climática, que é reduzir todas as emissões relacionadas à logística a zero até o ano 2050.

A DHL Express opera mais de 260 aeronaves exclusivas com 17 linhas aéreas parceiras em mais de 600 voos diários por 220 países.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com