China retalia e anuncia que vai sobretaxar US$ 60 bilhões em produtos dos EUA

Na véspera, Trump anunciou tarifas de 10% sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses em uma nova rodada da guerra comercial envolvendo os dois países.

O Ministério de Comércio de China anunciou nesta terça-feira (17) a imposição de novas tarifas às exportações americanas no valor de US$ 60 bilhões, em represália pelas tarifas de US$ 200 bilhões que os EUA determinaram um dia antes para as exportações chinesas.

“Apesar da decidida oposição da China e da apresentação de queixas formais, os EUA insistiram em adotar uma postura errônea, violando as normas da Organização Mundial do Comércio”, segundo comunicado divulgado pelas autoridades chinesas, que já tinham ameaçado impor esta medida se Washington adotasse novas tarifas.

Segundo a agência EFE, a China irá impor sobretaxas de entre 5% e 10% a 4 mil tipos de produtos.

A imposição mútua de tarifas agrava a guerra comercial entre as duas principais economias mundiais, iniciada após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusar a China de manter um excessivo superávit comercial com EUA e pressionar para reduzi-lo de forma acelerada.

A China também anunciou que apresentou na Organização Mundial do Comércio (OMC) uma queixa contra as tarifas de importação anunciadas pelos Estados Unidos.

EUA ameaçam sobretaxas adicionais

Na véspera, os Estados Unidos anunciaram a cobrança de novas tarifas para importação de produtos chineses em uma nova rodada da guerra comercial envolvendo os dois países.

A Casa Branca informou que EUA vão impor sobretaxa de 10% sobre cerca de US$ 200 bilhões em importações da China. A cobrança de tarifas para importação terá início em 24 de setembro, e a taxa aumentará para 25% no fim de 2018. Trump ameaçou ainda com tarifas adicionais sobre mais US$ 267 bilhões se a China retaliar.

Trump considera que o déficit comercial dos EUA no comércio com a China, de US$ 376 bilhões anuais, é inaceitável e tem que ser redimensionado.

O presidente dos EUA alertou na segunda-feira que se a China adotar medidas retaliatórias contra as indústrias ou os agricultores norte-americanos “vamos buscar imediatamente a fase três, que trata-se de tarifas sobre aproximadamente US$ 267 bilhões em importações adicionais”.

A escalada das tarifas de Trump sobre a China ocorre após negociações entre as duas maiores economias do mundo para resolver diferenças comerciais não produzirem resultados. O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, convidou na semana passada altos funcionários chineses para uma nova rodada de negociações, mas até agora nada foi marcado.

Esse conflito parece, até o momento, ter pouco efeito na primeira economia mundial, embora as medidas de represália sejam sentidas em algumas regiões e setores de atividade.

O Tesouro americano advertiu em várias ocasiões que a maior ameaça para o crescimento econômico americano era uma guerra comercial.

A Câmara de Comércio dos EUA na China (AmCham China) criticou as novas tarifas e afirmou que as empresas americanas que operam no gigante asiático serão prejudicadas.

Escalada da tensão comercial

O governo dos Estados Unidos tem adotado uma série de medidas conta produtos chineses e de outras economias. Até então, a administração Trump tinha anunciado tarifas sobre US$ 50 bilhões de importações da China. Desse montante, US$ 34 bilhões estavam sobretaxados desde julho. Os outros US$ 16 bilhões começaram a ser sobretaxados em agosto.

As ações dos EUA tentam pressionar a China a fazer mudanças radicais na sua política comercial, na transferência de tecnologia e em subsídios industriais para o setor de alta tecnologia.

O governo chinês tem adotado represálias ao movimento dos EUA. Em agosto, Pequim também adotou tarifas de 25% para US$ 16 bilhões de produtos americanos. Desde agosto, as tarifas de importação adotadas mutuamente por Estados Unidos e China já alcançavam US$ 100 bilhões de dólares.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com